Antes e depois da otoplastia: os resultados valem a pena?

janeiro 25, 2024
Before and After Otoplasty

Há muitas pesquisas científicas sobre a gravidade do estigma negativo associado às orelhas protuberantes e a outros problemas de ouvido. Para as crianças, isso pode significar sofrer provocações, ridicularização e até mesmo bullying, mas os adultos também podem se sentir desconfortáveis com sua aparência e procurar um aprimoramento cosmético. Em muitos casos, os especialistas recomendam a cirurgia para resolver esses problemas. Por isso, queríamos saber como fica a condição do paciente antes e depois da otoplastia e quanto você pode esperar pagar por essa operação.

Somos gratos ao Dr. Rafael Zatz, cirurgião renomado e especialista em cirurgias de ouvido, que gentilmente concordou em responder às nossas perguntas sobre otoplastia. Neste artigo, você aprenderá quais tipos de problemas na orelha podem ser tratados com a cirurgia. Você também encontrará uma extensa seção de fotos “antes e depois da otoplastia“, na qual explicamos o resultado da operação em cada caso. 

O sucesso da cirurgia depende não apenas da técnica do médico, mas também da preparação e dos cuidados pós-operatórios adequados, portanto, também abordaremos esses aspectos. Por fim, perguntamos ao Dr. Zatz sobre o preço da otoplastia, portanto, não deixe de conferir!

O que é otoplastia?

Também conhecida como cirurgia de orelha ou pinçamento de orelha, a otoplastia é um procedimento cirúrgico popular cujo objetivo é remodelar ou reposicionar as orelhas para melhorar a sua aparência. O cirurgião pode usar uma das várias técnicas para realizar a otoplastia, dependendo da condição do paciente, mas a ideia principal é remodelar a cartilagem da orelha. Às vezes, essa operação também pode ter um benefício prático, pois o uso de um toucado fica mais fácil depois que o posicionamento da orelha é corrigido.

Uma ilustração da anatomia da orelha. Cartilagem auricular é o nome científico do tecido que compõe essa parte da orelha.
Fonte: Clínica Cleveland

Fonte: Clínica Cleveland

Uma ilustração da anatomia da orelha. Cartilagem auricular é o nome científico do tecido que compõe essa parte da orelha.

👨‍⚕️
Este artigo serve mais como uma galeria de fotos de antes e depois da otoplastia e, se você quiser saber mais detalhes técnicos sobre as técnicas cirúrgicas ou alternativas à otoplastia (como a otoplastia fechada), recomendamos que consulte um guia detalhado sobre otoplastia.

No entanto, os benefícios mais importantes da otoplastia são psicossociais – a maioria esmagadora dos pacientes relata melhorias na autoestima, melhor interação social e diminuição do bullying. Um estudo que avaliou os resultados da otoplastia constatou que impressionantes 92% das crianças entre 5 e 16 anos de idade tiveram melhora na autoestima após a operação[1]. O Dr. Zatz compartilhou várias histórias dos seus pacientes para os quais a cirurgia foi um grande alívio.

“Acho que o bullying é a reclamação mais comum. Se não é uma criança que está sofrendo bullying, então é um adulto que passou por isso no passado. Tive um paciente que abandonou sua carreira profissional para evitar a interação social extremamente frustrante. Sim, infelizmente, o isolamento pode ser o caso.”

— Dr. Rafael Zatz

Mencionamos anteriormente as orelhas protuberantes, mas esse não é o único problema que a otoplastia pode resolver, portanto, vamos dar uma olhada na lista de problemas na orelha que podem torná-lo um candidato à cirurgia.

Quais problemas na orelha a cirurgia pode tratar?

Em primeiro lugar, há dois tipos de problemas: deformidades congênitas e deformidades adquiridas. As primeiras são condições que estão presentes no nascimento, enquanto as últimas geralmente aparecem como resultado de trauma físico. Vamos examiná-las uma a uma.

Orelha saliente

Protruding Ear

Fonte: Centro Auditivo de Nova York

Orelhas salientes ou proeminentes é a condição mais comum da lista, pois pode ser observada em 5% da população mundial[2]. É caracterizada por um ângulo maior entre a orelha e a lateral da cabeça, fazendo com que as orelhas pareçam mais proeminentes. Normalmente, uma orelha é considerada protuberante se sobressair por mais de 2 centímetros. Orelhas proeminentes têm razões genéticas e, muitas vezes, o paciente pode notar essa característica em outros membros da família. Nesses casos, a cartilagem da orelha pode não estar tão desenvolvida ou dobrada quanto em orelhas menos proeminentes – e é isso que o cirurgião precisa corrigir. Você pode ver os resultados de várias operações bem-sucedidas na seção “antes e depois da otoplastia“.

Macrotia

Macrotia

Fonte: Clínicas de Cosméticos Zenith

Em termos mais simples, macrotia (não confundir com microtia) significa orelhas desproporcionalmente grandes. A macrotia é significativamente menos frequente do que as orelhas protuberantes, mas isso não significa que os cirurgiões não estejam preparados para lidar com ela. Ao contrário das orelhas protuberantes, o médico precisa se concentrar mais no tamanho da cartilagem do que em seu formato. A variação da otoplastia que os cirurgiões usam nesses casos é chamada de otoplastia redutora. 

Orelha constrita

Constricted Ear

Fonte: Walid Sabbagh

Orelhas constritas, em forma de taça ou caídas são os nomes da mesma condição da orelha. Uma orelha constrita normalmente parece menor ou mais estreita do que uma orelha normal. Isso geralmente se deve ao subdesenvolvimento da cartilagem e ao desdobramento insuficiente das dobras naturais da orelha. Dependendo da gravidade da condição, o cirurgião pode remodelar a cartilagem existente ou obter a cartilagem de outra parte do corpo.

Orelha de Stahl

Stahl's Ear

Fonte: Reddit

Às vezes, a cartilagem da orelha pode ter uma dobra extra, o que pode causar uma condição chamada orelha de Stahl. Em resumo, uma orelha visivelmente pontiaguda é a principal identificação da orelha de Stahl. Essa também é uma deformidade congênita, e a otoplastia pode corrigi-la.

🙂
Aqui está um fato interessante: a orelha de Stahl se assemelha às orelhas pontudas frequentemente associadas ao personagem fictício Sr. Spock da série “Jornada nas Estrelas”, daí o nome alternativo “orelha de Spock”.

Orelha de couve-flor

Cauliflower Ear

Fonte: gesund.bund

As condições da orelha causadas por trauma podem ser muito diferentes, mas a orelha em couve-flor é a mais comum. Às vezes chamada de orelha de boxeador, a orelha em couve-flor é geralmente causada por um golpe direto que leva a um sangramento entre a cartilagem da orelha e a sua cobertura, chamada de pericôndrio. Se a lesão não for tratada imediatamente, esse sangue se acumula entre a cartilagem e o pericôndrio e forma um coágulo. Como resultado, a cartilagem perde seu suprimento de sangue, causando danos ao tecido e alterando o formato da orelha, que se assemelha a uma couve-flor.

A otoplastia também pode corrigir várias outras condições menos comuns, mas as que acabamos de listar aparecerão na próxima parte do artigo, onde discutiremos os resultados da cirurgia de otoplastia.

Resultados da otoplastia: antes e depois

An example of otoplasty for protruding ears

Fonte: Walid Sabbagh[3]

Um exemplo de otoplastia para orelhas protuberantes

Este é um exemplo clássico de otoplastia para orelhas protuberantes em crianças. A operação correu perfeitamente e o resultado parece muito natural.

An example of otoplasty for protruding ears

Fonte: Walid Sabbagh[3]

Um exemplo de otoplastia para orelhas protuberantes

Nesse caso, o cirurgião teve de corrigir a assimetria facial causada por uma orelha protuberante. Como resultado, a diferença entre o formato das orelhas é quase imperceptível, o que é um sucesso definitivo.

An example of otoplasty for protruding ears

Fonte: Walid Sabbagh[3]

Um exemplo de otoplastia para orelhas protuberantes

Aqui está o mesmo tipo de operação de otoplastia, mas realizada em um paciente adulto. As orelhas estão significativamente menos perceptíveis agora.

An example of otoplasty for macrotia

Fonte: Walid Sabbagh[3]

Um exemplo de otoplastia para macrotia

Esse paciente tinha macrotia, por isso foi realizada a otoplastia redutora. O cirurgião teve de remodelar a cartilagem da orelha para fazê-la parecer menor.

An example of otoplasty for constricted ears

Fonte: Walid Sabbagh[3]

Um exemplo de otoplastia para orelhas estreitas

A dificuldade de corrigir uma constrição pode variar de paciente para paciente, mas, normalmente, é necessária uma remodelagem significativa da parte superior da orelha. Você pode ver o quanto a forma mudou com base no deslocamento do lóbulo da orelha (a posição alvo foi marcada na foto à esquerda).

An example of otoplasty for Stahl’s ears

Fonte: Darrick E. Antell[4]

Um exemplo de otoplastia para as orelhas de Stahl

Nesse caso, o cirurgião remodelou a ponta pontiaguda da orelha. A otoplastia da orelha de Stahl é considerada uma cirurgia bastante complicada, e o debate sobre a técnica adequada ainda está em andamento[5]. Essa operação, no entanto, transcorreu sem problemas, não deixando cicatrizes visíveis e deformidade perceptível.

An example of otoplasty for cauliflower ears

Fonte: Maurice M. Knosh[6]

Um exemplo de otoplastia para orelhas de couve-flor

A foto de antes da otoplastia mostra uma cartilagem da orelha que foi deformada devido a um trauma e infecção subsequente. O cirurgião teve de usar uma técnica de enxerto de cartilagem (usando tecido conjuntivo de outra parte do corpo, geralmente costelas) para remodelar a orelha.

Como garantir o sucesso da operação

Conversamos com muitos especialistas na área de cirurgia plástica e, independentemente de discutirmos a lipoaspiração ou a otoplastia, todos eles disseram que a técnica do médico é apenas uma parte de um resultado bem-sucedido. A preparação e os cuidados pós-operatórios adequados também são de responsabilidade do paciente e desempenham um papel importante. Portanto, vamos descobrir como minimizar os riscos cirúrgicos ao longo das três etapas do processo: encontrar o profissional certo, preparar-se para a operação e curar-se após a cirurgia de otoplastia.

Escolhendo o especialista certo

Não há escassez de cirurgiões plásticos qualificados no Brasil, mas ainda assim recomendamos que você conclua estas etapas antes de fazer sua escolha final:

🕵️‍♂️ Verifique as credenciais

Procure um cirurgião que seja certificado em cirurgia plástica ou otorrinolaringologia (cirurgia de ouvido, nariz e garganta). No Brasil, você pode verificar as credenciais de um cirurgião plástico através do site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

🧐 Avaliar a experiência de um cirurgião

Os médicos também têm suas preferências – eles podem gostar ou não de realizar determinados procedimentos. É melhor fazer uma otoplastia com um cirurgião especializado em aprimoramentos da estética facial e cirurgias de orelha.

📸 Verificar fotos de antes e depois

Nem todos os cirurgiões publicam muitas fotos do antes e depois, geralmente porque precisam obter o consentimento dos pacientes antes de fazer isso. Se não conseguir encontrar fotos suficientes no site, tente verificar as páginas do Instagram ou do Facebook. Será perfeito se você conseguir encontrar não apenas fotos do antes e depois da otoplastia, mas também aquelas relacionadas especificamente à sua condição. 

📝 Leia as avaliações dos pacientesIsso parece óbvio, mas ainda assim – procure avaliações nos sites dos médicos, sites de avaliação e no Google Maps (este último é, sem dúvida, a fonte mais útil). Ao mesmo tempo, lembre-se de que qualquer tipo de cirurgia tem riscos inerentes (mesmo a otoplastia, com sua alta taxa de sucesso), portanto, o resultado perfeito nem sempre é possível.

🩸
Quando perguntado sobre os riscos da otoplastia, o Dr. Zatz explicou várias técnicas avançadas que são usadas para atenuar possíveis complicações: “Por exemplo, desenvolvemos um tipo específico de fita adesiva que mantém as orelhas muito seguras e não deixa muito espaço para o acúmulo de sangue. Não precisamos mais usar capacetes tradicionais para a otoplastia.”
The surgery process, performed by Dr. Zatz

Fonte: Rafael Zatz

O processo cirúrgico, realizado pelo Dr. Zatz

Preparação para a cirurgia de otoplastia

Normalmente, a otoplastia não requer preparações complicadas. Todos os detalhes que você precisa saber serão explicados pelo cirurgião. Dito isso, se os requisitos não parecerem claros ou se algum aspecto tiver sido negligenciado, você nunca deve hesitar em fazer perguntas complementares. Aqui está uma lista das coisas mais comuns que você pode ver.

  • Evite medicamentos que possam aumentar o sangramento por pelo menos duas semanas antes da operação. Isso inclui aspirina, ibuprofeno, suplementos de ervas e outros medicamentos.
  • Tome um banho no dia anterior à operação, pois talvez você não consiga lavar o cabelo por vários dias após a cirurgia de otoplastia.
  • Pare de fumar pelo menos duas semanas antes da operação, pois isso pode aumentar o sangramento durante a otoplastia.
  • Evite ficar sob o sol direto por pelo menos uma semana antes da cirurgia. Recomenda-se também o uso de protetor solar com FPS 30 ou superior quando você sair ao ar livre. 
  • Não coma nem beba nada na noite anterior à cirurgia.
😦
O último requisito é de fato muito importante. O motivo é que a otoplastia, como a maioria das outras cirurgias, é realizada com anestesia. Isso significa que a maioria dos reflexos do seu corpo para de funcionar por algum tempo. A presença de alimentos e líquidos no estômago durante a operação cria um sério risco de levar os alimentos para a garganta e engasgar.

Requisitos pós-operatórios

Os cuidados pós-operatórios da otoplastia são um processo um pouco mais complicado, mas se você seguir as orientações do cirurgião, a recuperação não será problemática. O médico prescreverá analgésicos, antibióticos (para reduzir o risco de infecção) e o uso da faixa de otoplastia. Você também será instruído sobre como escolher uma posição para dormir, moderar a atividade física e evitar danos causados pelo sol. Temos uma seção de cuidados posteriores bem detalhada em nossa extensa análise da cirurgia de otoplastia, portanto, confira!

“Eu sempre mantenho contato com meus pacientes. Durante a primeira semana pós-operatória, converso com eles todos os dias. Após os primeiros cinco dias, atualizamos o cronograma de recuperação e decidimos se é apropriado suspender certas restrições ou não.”

— Dr. Rafael Zatz

Celebridades que fizeram otoplastia

Você ficará surpreso ao saber quantas celebridades se submeteram à cirurgia de orelha. Aqui estão alguns exemplos de fotos do antes e depois da otoplastia de artistas famosos e estrelas de cinema.

Brad Pitt

Brad Pitt

Fonte: Arquivos de Michael Ochs e Glenn Francis

Brad Pitt, antes e depois da otoplastia para orelhas protuberantes

Você provavelmente não esperaria ver Brad Pitt nesta lista, mas aqui está. Não é muito perceptível, portanto, é preciso olhar atentamente as fotos do antes e depois da otoplastia para perceber que o ator se submeteu a uma cirurgia de orelhas para prendê-las ligeiramente para trás.

Alessandra Ambrosio

Alessandra Ambrosio

Fonte: Instagram/@alessandraambrosio e Stefania D’Alessandro

Alessandra Ambrosio também se submeteu a uma cirurgia de otoplastia

Ao contrário de Brad Pitt, a experiência da superestrela brasileira com a cirurgia plástica não foi perfeita. Alessandra Ambrosio teve que se submeter a várias cirurgias de acompanhamento para melhorar o resultado da primeira operação. Não sabemos se isso aconteceu devido a um erro do cirurgião ou a qualquer outro fator, mas recomendamos que você confira a seção sobre como escolher um especialista qualificado que minimize os riscos cirúrgicos inerentes.

Paul Stanley

Paul Stanley

Fonte: Lily Lawrence

As orelhas de Paul Stanley eram geralmente cobertas por seu icônico cabelo

Paul Stanley, da banda de rock “KISS”, sofreu de microtia mesmo depois de sua banda ter alcançado fama e reconhecimento mundial. Em uma das entrevistas, ele descreveu sua experiência: “Quando você tem algo físico que o diferencia das pessoas, isso o torna realmente um alvo de escrutínio implacável e, às vezes, ridículo“. Em 1982, ele se submeteu a uma cirurgia reconstrutiva da orelha (às vezes chamada de neo-otoplastia). Diferentemente da otoplastia tradicional, o cirurgião teve que criar uma cartilagem de orelha totalmente nova em vez de consertar a existente.

Ben Stiller

Ben Stiller is rumored to have undergone otoplasty surgery

Fonte: Paul Drinkwater e Neil Grabowsky

Há rumores de que Ben Stiller tenha se submetido a uma cirurgia de otoplastia

O famoso comediante e ator Ben Stiller nunca confirmou ter feito uma cirurgia de otoplastia. Ao mesmo tempo, vários fãs apontaram que as orelhas de Ben parecem menores do que antes, e a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética parece ter a mesma opinião.

Quanto custa a otoplastia?

Perguntamos ao Dr. Zatz sobre o preço da otoplastia e quais fatores influenciam o valor final. “Um paciente pode esperar pagar entre R$ 13.000 e 20.000 (US$ 2.600-4.100). Entretanto, o preço específico depende da gravidade da condição. Por exemplo, uma operação relativamente simples de orelha protuberante estará na parte inferior da faixa de preço, mas o custo de uma otoplastia reconstrutiva complexa pode ser significativamente mais alto.”

Outra pergunta importante que os pacientes fazem com frequência é se o plano de saúde pode cobrir o custo da otoplastia. De fato, isso pode ser possível em muitos casos porque as deformidades da orelha, inclusive as causadas por trauma, são identificadas na Classificação Internacional de Doenças (CID). Os detalhes legais podem ser complicados, portanto, recomendamos consultar seu médico especialista para saber como o custo de sua cirurgia de otoplastia será reembolsado.

Resumo

A cirurgia de orelha é uma maneira confiável de evitar o estigma social associado a orelhas protuberantes e outros problemas de orelha. Como você pode ver em nossa seção de antes e depois da otoplastia, um cirurgião experiente pode remodelar praticamente qualquer tipo de deformidade, inclusive orelhas apertadas ou em forma de couve-flor. De fato, muitas celebridades se submeteram à otoplastia sem cicatrizes ou complicações visíveis.

Os insights do Dr. Rafael Zatz se mostraram indispensáveis quando estávamos explorando o tópico, especialmente os preparativos para a cirurgia e os cuidados posteriores. O Dr. Zatz também fez um breve detalhamento dos custos (incluindo a cobertura de seguro da otoplastia) que, obviamente, é crucial para criar expectativas financeiras realistas.

Muito obrigado pela leitura! Esperamos que os insights que reunimos o ajudem a tomar uma decisão que o ajude a melhorar a sua vida.

FAQ

💰 Qual é o custo da otoplastia?

O preço da cirurgia de otoplastia pode variar de R$ 13.000 a R$ 20.000 (US$ 2.600 a US$ 4.100). Entretanto, o preço final depende da complexidade da cirurgia e da cobertura do seguro.

👂 Qual é a aparência da orelha após a otoplastia?

A otoplastia tem um alto índice de sucesso e produz resultados esteticamente agradáveis. Você pode ver fotos do antes e depois da otoplastia em uma seção específica.

🩸 Quais são os riscos da otoplastia?

Como em qualquer outro procedimento cirúrgico, a otoplastia apresenta alguns riscos inerentes (embora as complicações sejam relativamente incomuns). O cirurgião precisa reduzir o risco de sangramento intenso, abertura de pontos ou correção excessiva, o que pode levar a outras cirurgias.

🤕 Por quanto tempo sentirei dor após a otoplastia?

O primeiro dia após a otoplastia é o pior em termos de controle da dor, mas os analgésicos prescritos geralmente são suficientes para lidar com ela. A partir do segundo dia, a dor diminuirá rapidamente.

👶 Qual é a idade ideal para fazer uma cirurgia de orelha protuberante?

Não há uma idade “ideal” para a cirurgia, embora, de certa forma, fazer a otoplastia cedo (pode ser feita a partir dos 5 anos de idade) pode ser melhor, pois o paciente evitará lidar com o estigma associado às orelhas protuberantes e outros problemas de ouvido.

Referências

[1] Cooper-Hobson, G., & Jaffe, W. (2009). The benefits of otoplasty for children: further evidence to satisfy the modern NHS. Journal of plastic, reconstructive & aesthetic surgery : JPRAS, 62(2), 190–194.

[2] Kajosaari, L., Pennanen, J., & Klockars, T. (2017). Otoplasty for prominent ears–demographics and surgical timing in different populations. International Journal of Pediatric Otorhinolaryngology, 100, 52-56.

[3] Sabbagh, W. (n.d.). Ear Surgery Gallery. https://ear-reconstruction.co.uk/gallery/ 

[4] Antel, D. E. (n.d.). Ear Surgery Gallery. Patient 2206585. https://www.antell-md.com/gallery/face/ear-surgery/item/2206585/

[5] Payne, P. E., Byrd, H. S., & Hill, D. A. (2020). Surgical Management of Stahl’s Ear Deformity: Cartilage Reshaping Technique Via Open Otoplasty. Plastic and Reconstructive Surgery Global Open, 8(9 Suppl), 40-41.[6] Knosh, M. M. (n.d.) New York Cauliflower Ear Treatment. https://www.facedoctornyc.com/cauliflower-ear/

Compartilhe este artigo

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

Você pode gostar

Abdominoplasty Recovery

Médico explica sobre a recuperação da abdominoplastia

Consultamos o cirurgião para determinar as expectativas com relação à recuperação da abdominoplastia, desde a cicatrização até os problemas com as fezes.

Before and After Otoplasty

Antes e depois da otoplastia: os resultados valem a pena?

Antes e depois da otoplastia: alcançando mudanças estéticas notáveis com a cirurgia de orelha. Confira as transformações inspiradoras em nosso artigo.

What Is Otoplasty

O que é otoplastia: candidatos, procedimento, cuidados pós-operatórios

Uma análise detalhada de todos os aspectos da otoplastia: desde as indicações e técnicas cirúrgicas até dicas úteis de pós-operatório.

Junte-se antecipadamente à comunidade Bellezie!

Faça parte da comunidade e receba ofertas especiais:

Join Bellezie community early on!

Subscribe to get special offers and become part of the community